boasvindas

1 de dezembro de 2015

Boas ideias para ter boas festas!


Aí a gente piscou e de repente... Dezembro chegou!

E quando dezembro chega amigos e amigas, é hora de organizar o trabalho, a vida, a família e a casa pra curtir as festas de final de ano da melhor maneira possível. #oremos

Faça listas, estabeleça metas, programe as compras, calcule os gastos e respire fundo... Será necessária uma boa dose de "muita-calma-nessa-hora" para passar por dezembro sem alguns fios brancos a mais na cabeça.

Eu que não sou boba nem nada, desde início de novembro já comecei a maratona, comprando presentes, mobilizando parentes pra combinar data hora e local, pensando em como decorar a casa e principalmente, como deixar essa brincadeira menos pesada pro meu bolso. O momento não tá pra extravagância não, minha gente!

No quesito decoração para festas, já andei fazendo uns testes aqui pela casa, e descobri que eu posso usar o que tenho, sem gastar nada ou economizando ao máximo. Então tratei de fuçar armários e prateleiras para adaptar itens que uso o ano todo em itens especiais de festa. Daí criei 2 cantinhos especiais, um pro Natal e outro pro Ano Novo, com ideias que podem te inspirar de alguma maneira (espero eu!).

Vamos ver como ficaram os cantinhos festivos? Vem que tem!

Para o Natal!

É claro que o seu Natal pode ser mais tradicional ou bem mais moderninho que o meu. Independente do estilo, se a gente deixar a combinação "verde e vermelho" de lado, tem bem menos chance de deixar o ambiente realmente temático.

Então vai a dica: Separe todos os elementos que você tem nesses dois tons dentro de casa. Mesmo sem nenhuma árvore por perto o clima natalino estará garantido.


Montei meu cantinho natalino bem perto do meu "vasão" de plantas (Nem tinha te mostrado minha Ráfia nova, né? Comprei a muda na Cadeg por 60 reais). Decoração de Natal tem tudo a ver com plantas, ainda mais o nosso Natal, que é celebrado num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza. Rs.


Para criar um fundo bem cenográfico, reuni todas objetos que remetem ao clima do Natal. O quadrinho que fala de amor, as letras de acrílico vermelhas, os quadrinhos que formam a palavra PAZ (já te ensinei a fazer, lembra?) são exemplos de como decorar no clima amoroso que aflora nesta época do ano. Vale tudo para manter a positive vibration!


Para completar o clima natalino usei meu lindo fio de luz de bolinhas que comprei no Saara. Se você não tiver um desses pode usar o pisca pisca comum (te recomendo o de LED, com fio branco e luz amarelada) que sempre dá certo. Circular uma planta grande com um fio de luz (assim como fazemos com a árvore de Natal) também faz um efeito lindo.


Como caminho de mesa, usei uma canga de praia antiga. Achei a ideia boa, bonita e barata (ou melhor, de graça!). 


O vermelho das cadeiras (modelo W da Alezzia Móveis) faz bonito o ano todo e no Natal exibe toda a sua exuberância. Companhias perfeitas pra mesa de aço inox e madeira (modelo MM1) também da Alezzia. 

Se você tem alguma cadeirinha antiga pedindo tinta por aí, tasque logo um vermelhão que é sucesso! 

Detalhes que encantam, no Natal e no ano todo!


Para o Ano Novo!

Usei o cantinho da janela pra montar meu cenário de boas vindas a 2016. É pra perto da janela que vamos para ver e ouvir os fogos, observar a festa dos vizinhos e fazer nossas preces para o ano que se inicia. Nada melhor do que fazer a ceia e o lounge da festa por lá.

Para deixar o ambiente mais aconchegante, posicionei um banco com almofadinhas por lá! A luminária caixa você já conhece, é da HCStore.


Para dar um charme extra a mesa de Reveillon, usei uma peça em croché feito pela minha vó que até então não sabia como usar.

Bingo! Acertei na mosca ao usá-la como centro de mesa.


O detalhe que faz toda a diferença nesse cantinho é o "céu estrelado" que consegui fazendo um zig-zag de piscas cruzando o espaço. Rs. Essa é uma das ideias que vou deixar na decor quando as festas passarem. Amei o clima de quintal dentro do apê! Uma delícia!


Notem também o clima gostoso que os copinhos com velas posicionadas na frente da janela trouxeram. Quanto mais luzinhas melhor! É assim que a gente quer que venha o novo ano não é mesmo? Cheio de Luz!!!


Usei os banquinhos inox da minha cozinha para montar o cantinho de ano novo, usar cadeiras normais seria quase impossível nesse espacinho tão apertado. A mesa é a mesma usada na produção de Natal, o modelo MM1 da Alezzia

O baldinho de gelo na verdade é uma lixeirinha de pia que pintei de spray alumínio pra dar uma valorizada! Adorei esse reaproveitamento da peça.

Muito amor nesses detalhes!
Tudo branquinho, lindinho e bem aconchegante pra esperar o ano novo chegar.


Quem duvida que com lindezas assim a gente não vai ter noites felizes o ano todo, heim? :-)

27 de novembro de 2015

Um quarto por dia / Inspiração Vintage


É isso ai pessoal! Acabou-se o que era doce!

Hoje é dia do último post da nossa série "Um quarto por dia", onde preparei pra vocês 5 decorações diferentes para o mesmo singelo quartinho, o meu! :-)

Através dessa sequência de postagens conseguimos perceber que é possível "vestir" o ambiente com a roupa que a gente desejar, bastando pra isso sermos verdadeiros sobre o que realmente nos representa e encanta. 

Existem mais estilos do que os cinco apresentados? Sim, muitos e muitos mais. 

Infelizmente não deu pra ir muito além, até porque ficaríamos falando disso um ano inteiro, e ainda seria pouco! kkk A intenção era apenas te motivar a buscar a decoração que mais te agrada, mesmo que a sua favorita não esteja no meio das minhas postagens.

Se eu consegui te inspirar um pouquinho que seja, já tô mega feliz!

Mas espera aí... Não acabou ainda não! Bora curtir nossa última "produça". Vem comigo!

Nossa linda (e derradeira) inspiração é:


A inspiração vintage é tudo de bom né gente?! Cheia de personalidade que só ela! 

Sua estética tem chame, muitas referências ao passado e um ar de nostalgia que nos faz voltar no tempo. E não estamos aqui falando de riqueza e ostentação. É possível levar uma pitadinha do astral vintage pra dentro de casa fazendo o que a gente mais gosta... Garimpar! :-)

Isso mesmo! Garimpe móveis e objetos vintage em antiquários, brechós, feiras de usados, lojas de móveis antigos e, claro, na casa da vovó. Em lojas de decoração mais contemporâneas você também encontra boas opções de releituras de mobiliário antigo.

Opte por móveis clássicos, com formas arredondadas, pés palito, tons neutros, pastéis e amadeirados. Use e abuse de objetos capazes de contar histórias, como gaiolas, abajures bordados, porcelanas, cristais, relógios, bicicletas e rádios antigos. Tudo que tiver uma história familiar por trás ajuda a reforçar o clima de nostalgia. Peças bordadas à mão e fotos antigas de família ajudam a compor o clima. 

Mas como tudo tem um limite, fique atento para não exagerar na dose e recriar um cenário da novela das 6 aí na sua casa. O bacana é pontuar os espaço com algumas peças vintage e elementos mais contemporâneos, equilibrando os estilos e harmonizando o espaço.

Vintage ou retrô. Sabes a diferença?

Quando usamos a palavra vintage nos referimos ao produto original, e quando usamos a palavra retrô, nos referimos a um produto novo, produzido aos moldes da peça de época, como se fosse uma releitura de décadas anteriores. Por isso as peças vintage podem e devem ter um valor mais elevado do que as peças retrô, por conta de sua história e representatividade.

A palavra vintage tem suas origem nos vinhos. “Vint” vem de “colheita” e “age”, de idade. Por isso o conceito de "quanto mais velho, melhor" seja muito bem aplicado nesse caso. Já o termo retrô significa “olhar para trás”. 

Pra resumo da ópera, o retrô nada mais é do que algo novo feito para ter carinha de antigo e o vintage é algo antigo de verdade, que carrega em si a estética e a cultura de uma época específica. Sacou?

 

Tá certo, nem tudo na minha produção é vintage! kkk Mas algumas peças são e, mesmo em menor quantidade, conseguem imprimir essa atmosfera "antiguinha". Tô satisfeita! kkk


A seguir, a foto mais vintage dessa decoração.

Nela vemos uma linda luminária que arrematei por um preço ótimo da loja m.o.o.c., um espelho de época que ganhei de um amigo e um ventilador estiloso dos anos 60, que até hoje funciona perfeitamente. 

Essas peças são os xodós da minha vida. Não vendo, não dou e não empresto. kkk Apego no grau mil!



A composição de quadros na parede respeitou ao seguinte critério: Não teremos critério! kkk 

Separei os quadros que eu achava que combinariam melhor com as peças mais "cara de vovó" da casa. Achei bem bonita e vou usar muitas vezes ainda!


O vaso de vidro, que é inspirado num garrafão de água antigo, encontrei na loja Feira, localizada na Antiga Fábrica da Bhering. A almofadinha style é da IKEA, nossa queridinha.


Mesmo não sendo uma autêntica decoração vintage, podemos dizer que representa um (a)  morador (a) contemporâneo (a) que vive com os pés no presente e a cabeça no passado. O tipo de pessoa que me interessa e que eu gostaria de ser amiga! :-)

Olha que cantinho gostoso pra ler um livro, tomar um drink bem estiloso e ouvir uma boa música (de vitrola é claro!). Nada mais vintage que isso! :-)

 

E por aqui terminamos a nossa semana de quartos para inspirar, meus queridos! 

Espero que vocês tenham aproveitado as dicas de cada estilo e que tenham ainda mais repertório para montar o quarto dos sonhos de vocês. Não importa se vai ser rápido chegar a esse objetivo, o que vale é se encantar e aproveitar o processo.

Escolha cada detalhe com calma, paixão e criatividade... No final o que você terá será um cantinho pra lá de especial, assim como você é! Acredite!

26 de novembro de 2015

Um quarto por dia / Inspiração Black & White


E chegamos a nossa penúltima produção minha gente! É muito amor envolvido!

Durante 5 dias venho postando as 5 produções que fiz no meu próprio quarto, pra mostrar pra vocês que com um base neutra e sem muitos elementos é possível construir um ambiente que reflita o seu estilo de uma maneira mais fiel.

Já fomos de decor Boho, Industrial, Color Block e ainda vem mais por aí!

Hoje é dia de curtir uma combinação bem..


Um dia da caça, outro do caçador. Num dia chove, no outro faz sol... E por aí vai!

Se ontem foi dia de decoração colorete, hoje é dia de mostrar seu extremo oposto, uma decor toda trabalhada no preto e branco (acompanhada de seus amiguinhos, os 50 tons de cinza).

Não que o Black & White seja um estilo, uma estética, a representação de um movimento ou época. Nada disso. 

Se já foi tendência? Foi. Se vai continuar sendo? Vai. A questão hoje é puramente estética: É bonito por que é bonito e ponto. Além de ser estiloso e glamouroso pra caramba na minha humilde opinião. :-) 

Decorar em preto e branco é um clássico que nunca sai de moda. A combinação das duas cores, que já nasceram em direções opostas, conferem sofisticação e requinte por conta do preto, enquanto a cor branca acalma, clareia e deixa a decor igualmente luxuosa. Eu amo!

Pensar numa decor que usa APENAS o preto e o branco me incomoda um tiquinho. Me passa a impressão de um ambiente um tanto quanto sem alma. 

Por isso optei pela mistura de madeira nas mesinhas, nas molduras dos quadros e em pequenos detalhes. Só isso já faz com que o ambiente se aquecesse, deixando-o mais aconchegante.


O auxílio luxuoso dessa produção fica a cargo da roupa de cama estilosa da IKEA. Infelizmente ainda não temos essa maravilha por aqui, então um conjunto liso em preto e branco já dá conta do recado.

O conjunto de almofadas bacanudas é da Amora Criação de Coisas. Só de olhar pra essas lindas almofadinhas já dá pra perceber que quem manda na casa dorme do lado direto né? Hehehe.



Um toque de cobre também caiu super bem já que coordenou com os tons de madeira do ambiente. Essa luminária aí da foto eu comprei num brechó. Ela já foi cromada, já foi roxa, mas agora é acobreada graças ao spray divo da Colorgin.



E aí queridos? Curtiram? Bem diferente da vibe colorida de ontem né? 

Eu tô adorando brincar com as cores e até com a ausência delas... Cada dia um jeito novo de traduzir o astral do momento dentro do nosso amado quartinho. 

E cá pra nós, não é porque não tem cor vibrante que não é lindo não é mesmo? 

Dá mais uma sacadinha nessa produção e me diz se o preto e o branco não nasceram um pro outro! 


Tá acabando gente! 

Amanhã é a nossa última produção e eu espero que no final de semana você já comece a colocar em prática a nova decor do seu novo quarto. Tô me esforçando ao máximo pra ver finalmente essa inspiração sair do mundo das ideias e começar a tomar forma por aí.

Dedos cruzados por aqui! :-) Beijo e até amanhã.

25 de novembro de 2015

Um quarto por dia / Inspiração Color Block


Como toda promessa é dívida, cá estou eu em mais uma produção esperta pra te agraciar! Falei pouco mas falei bonito! hehehe

Durante 5 dias fiz 5 produções diferentes no meu quarto, cada uma contando uma história e mostrando um estilo diferente. Dúvida? Então chega mais!

Na segunda-feira tivemos uma linda inspiração Boho, ontem mostramos um quartinho com pegada industrial e hoje... O que será que vem por aí?

Pra começar posso dizer que essa inspiração virá para aquecer os corações de gente que curte uma decor pra lá de festiva e alegre.

Já sabe do que estamos falando? Não? Então role a página e volte a ser criança com a gente!

A divertida inspiração de hoje é:


Já ouviu falar nesse estilo?

Pois Color Block (ou Color Blocking, como queira) é um termo que iniciou sua existência no mundo da moda com a marca Gucci, que foi responsável por difundir essa estética nas passarelas. Esta tendência surgiu nos anos 80, mas só passou a ser chamado Color Block mesmo em 2010, quando muitas grifes apostaram em cores fortes de uma só vez. Não precisou muito tempo para que a novidade chegasse a decoração.

Color Block significa “bloco de cores” e nada mais é do que misturar móveis e objetos de cores fortes pra montar uma decor (ou look, no caso da moda) monocromático ou policromático, vai do gosto do freguês. Rs 

Na decoração, "ser" Color Block é combinar cores vibrantes em uma mesma produção. 

Pode parecer meio over imaginar uma decoração com vários móveis coloridos, mas se pensar um pouquinho vai ver que é fácil adaptar o estilo à nossa realidade. Por exemplo, em espaços pequenos, como é o caso do meu quarto, não pintei paredes nem usei peças grandes com cores vibrantes.

Fiz minha própria versão Color Block, "pintando" os objetos com tons diferentes e contrastantes, com isso consegui um resultado bem no estilo. Trabalhar com cores nos objetos menores, que podem ser trocados com facilidade é a melhor forma de colorir um ambiente. Já trocar um sofá ou aparador fica mais difícil, concorda? 

Tudo vale a pena quando a mente não é pequena! :-)

 

Pra começar a montar meu quartinho color lover, ou melhor, color block, comecei a reunir todos os objetos de cores vibrantes que encontrei pela casa. Depois de uma pequena triagem, selecionei as peças que mais combinavam entre si, me baseando pela cartela de cores da manta mexicana, ultra mega Color Block. 

Apesar do estilo Color Block não aceitar estampas no seu clubinho, resolvi dar uma ousada e usei a manta mesmo assim. Tendência é pensada pra te inspirar e não pra te aprisionar, tô certa ou tô errada?


Amarelo, vermelho e azul... Estas foram as cores base do meu quarto coloridão. O que viesse era lucro! :-)


Mais uma vez vemos que a base neutra do quarto permite que a brincadeira com as cores corra solta. 

Experimente fazer ai na sua casa e tenha um quarto novo sempre que o humor desejar. Eu recomendo!


Repare no vermelho do livro "conversando" com o vermelho da Luminária (Loja Oba). Veja o azul do céu da fotografia (Galeria Photolove) combinando com o azul da almofadinha. Se ligue no amarelo do quadro de abacaxi coordenando com o amarelo da mesinha de cabeceira (lembra dela? Morar Mais 2013, baby!).


Olha o resumo da paleta de cores aí gente! Quadro divertido e desbocado da HCStore.


Então já sabe né? Olhe a sua volta e sequestre os itens coloridos da casa. Não tem nada com cores vibrantes por aí? Spray nos itens sem graça meu bem! 

Tente, invente, improvise! A vida só tem a ganhar se for cada dia mais colorida!

Dá uma última olhada e me diz se eu não tenho razão?! :-)


Beijos multicoloridos e até amanhã amorecos!

24 de novembro de 2015

Um quarto por dia / Inspiração Industrial


Olha um quartinho novo por aqui gente!!!

Como havia combinado, durante 5 dias vou apresentar pra vocês as 5 produções que fiz no meu quarto, criadas a partir de uma base neutra para mostrar diferentes possibilidades de decoração para inspirar você a encontrar seu estilo.

Ontem falamos de uma estética super hippie-chic chamada Boho. Dá uma clicada aqui para você curtir as lindezas dessa inspiração.

E pra continuar a brincadeira, o estilo de hoje é:

Se você é ligada(o) em decoração já percebeu que o estilo industrial tá com tudo e veio pra ficar, não é mesmo? Atualmente ele representa uma das principais tendências seguidas mundo afora.

O estilo industrial chegou à decoração em Nova Iorque (sempre ela!) entre os anos de 1950 e 1970, graças a transformação de galpões em estúdios e lares. Esses espaços amplos, repletos de tijolos e tubulações aparentes, madeira, metal e muito concreto, serviram de referência para a criação de casas contemporâneas, que dispensam paredes para uma maior integração dos ambientes.

Para adaptar esse estilo ao seu quarto (que assim como o meu deve ter medidas bem reduzidas) existem aspectos a se considerar: Não é apenas deixando paredes sem pintura ou tijolinhos a mostra que vai fazer o seu espaço ter um ar industrial. Os acessórios e móveis precisam estar em harmonia com a decoração, caso contrário a poluição visual será total, tipo ferro-velho mesmo. kkkk


Criar pontos de luz diferentes é a chave para se conseguir uma atmosfera bem industrial e estilosa. Para isso usei luminárias interessantes e que seguissem o estilo. 

A cereja do bolo dessa produção é a Luminária Letra Caixa (HCStore), toda em metal e que recebe mini lâmpadas incadecentes. Para aquecer um pouco mais o ambiente, fixei a luminária numa placa de madeira Pinus. Deixei-a no chão pra dar um ar mais despojado e sem regras. A ousada! kkkkk 

A mesinha de cabeceira foi substituída por um banco alto de aço inox (Alezzia), que teve tudo a ver com a criação dessa pegada industrial. Use e abuse dos metais em objetos de linhas retas e design limpo. Sempre dá certo!



Essa outra luminária de piso eu encontrei no lixo e restaurei com tinta spray e uma nova instalação elétrica. Achei que ela combinava bastante com o estilo e apostei seu uso na lateral da cama, para ajudar na hora da leitura. 

Note que a vibe do case e da caixinha de madeira, ambas peças de segunda mão, complementam o estilo.


Essa caixa de madeira, que agora abriga os livros de arte, já foi a caixa de um conjunto de louças da casa de uma amigo. Instalei mini rodinhas na parte de baixo e agora está bem mais funcional. Reciclar tem tudo a ver com o estilo industrial! Ebaaaa!!!!


O "background" do quarto, que é a parede de cimento queimado, foi fundamental para dar esse ar industrial à produção. Quando combinamos cimento + cama e acessórios na cor cinza + branco + madeira clara, "amarramos" o clima moderninho e despretencioso que buscamos. Menos é mais! :-)


E aí gente, o que acharam? Deu certo minha tentativa de montar um quartinho na vibe minimalista-industrial, usando apenas móveis e objetos que eu já tinha em casa? 

Apesar da atmosfera um pouquinho mais fria eu super curti a inspiração. Me passou uma sensação de calma e relaxamento. Já consigo imaginar um jazz bem estiloso tocando baixinho aí nesse quarto.


Durante essa semana cole aqui no Decorviva pra você ver o que eu aprontei e pra se inspirar na busca do seu quarto dos sonhos. Vai que um desses estilos seja a sua cara, né? 

Não custa nada espiar! Até já! :-)